O concorrido remate da linhagem E


Por Márcia Benevenuto


Uma oferta especial agitou o mercado em meados
do mês de junho. Nos dias 12 e 19 a Emepa-PB ofertou no Leilão Elite 2021
Bovinos, o expoente de seus plantéis das raças zebuínas Sindi, Gir e Guzerá,
além da taurina Pardo Suíço.

O Sindi foi muito disputado em nível nacional. Criadores
e pecuaristas de todas as regiões do País lançaram e tentaram arrematar os lotes
ofertados.

Ao todo foram apartados para a ordem de entrada
12 machos, e 11 fêmeas com 6 crias ao pé.

As médias de valorização foram de R$ 48.800,00
para as fêmeas e R$ 18.856,00 para os machos.

O lote de destaque vai para o Sindi Pé de Serra
do selecionador José Eduardo dos Anjos, técnico da ABCZ e grande conhecedor da
raça Sindi.

A vaca Nety E, filha do Figo E e da Festa E, vaca
que vai ao Utopano E e é um patrimônio zootécnico com carga genética de alto
valor para toda a seleção da raça Sindi no Brasil foi o lote de maior
valorização do remate. “Nós optamos por investir e focar a seleção em animais
com avaliação genética. Seja para corte ou para leite, que tenha consistência
na seleção. Em virtude disso, também sabendo da qualidade dos animais ofertados
e a acurácia das avaliações, focamos nesse lote específico, que com certeza vai
contribuir muito para o nosso rebanho e para o melhoramento da raça Sindi”,
disse o titular do Sindi Pé de Serra

A EMEPA soma trabalhos desenvolvidos em 41 anos
de atuação. O maior volume de produção de refere a pesquisas agropecuárias
direcionadas a convivência harmônica de plantas e animais ao meio ambiente do
semiárido nordestino. A entidade é uma referência nacional e internacional,
principalmente em genética com animais tropicais, a exemplos: Gir Leiteiro (81
anos de seleção); Guzerá Leiteiro (69 anos de seleção); Raça Sindi (a empresa
foi responsável pela introdução dos descendentes da importação de 1952 do
Paquistão no Nordeste); também referência em caprinos e ovinos tropicais e
raças leiteiras e de corte exóticas, tais como: Boer, Dorper, Savana, Damara,
Alpina Britânica, Parda Suiça, Alpina Francesa, Anglo Nubiana e entre
cruzamentos de raças exóticas com nativas.

Os colaboradores da EMEPA já dedicaram mais de
4 décadas a criação de um dos mais importantes e avançados bancos genéticos de
animais de produção do País, sendo referência para todo o Brasil e para os
países das regiões tropicais, principalmente das zonas tropicais áridas e
semiáridas.

Não existe no Brasil um criador ou selecionador
dessas raças e associações promotoras de raças puras, que não tenha como
referência em muitos aspectos, o nome ou marca E, da EMEPA-PB, e por isso o remate
teve tal repercussão. 





















Sucesso do 2º Leilão Castilho e OT

Por Márcia Benevenuto
Leilão Sindi Castilho & OT faturou alto na 87ª ExpoZebuAs negociações da noite de vendas promovida por Adaldio Cast...

Sindi em pista na ExpoZebu 2022

Por Márcia Benevenuto
A raça Sindi foi a terceira com maior número de inscrições na ExpoZebu 2022Ao todo foram inscritos 208 animais. As 142 ...

Touros Camparino foram disputados

Por Márcia Benevenuto
No domingo (20/03), o tradicional criatório de José Humberto Vilela Martins ofertou a melhor genética da safra anual de ...

Porangaba, a Capital Nacional do Sindi

Por Márcia Benevenuto
O 4º Leilão Sindi da Porangaba, do criador Felipe Curi, foi realizado na centenária Fazenda Santana da Porangaba, no mun...

Sindi abre leilões com demanda forte

Por Márcia Benevenuto
Sindi abre vendas com genética pesada e valorização 
Na foto Adaldio Castilho, dono do lote mais valorizado, obse...

Sindi se destaca no mercado de sêmen

Por Márcia Benevenuto
No balanço anual do terceiro trimestre, a raça aparece entre as TOP 10 do corte, com mais de 100% de evolução frente ao...
VER MAIS NOTÍCIAS