Sindi abre leilões 2022 com demanda e qualidade


Por Márcia Benevenuto


Sindi abre vendas com genética pesada e valorização 


Na foto Adaldio Castilho, dono do lote mais valorizado, observando a condução do remate.


Lotes de 13 plantéis renomados da raça Sindi, selecionados no Brasil foram ofertados no 2º Leilão De Olho nas Estrelas com 100% de liquidez e 64% de crescimento 


Os 45 lotes de alta genética do pregão foram apartados dos rebanhos Fazenda Camparino, Sindi Castilho, Sindi OT, Sindi da Porangaba, Sindi J. França, Sindi Cerrado, Sindi Vó Lola, Sindi 3 Barras, Agropecuária Baguassu, Sindi da Gaby, além das criações de Fábio Luiz de Azevedo, Pedro Tutomu Hattori e Jorge Luiz Caixeta da Cunha. 

Dezenas de pessoas acompanharam pelo aplicativo Connectplay e pelo Canal do Boi para lançar na mesa operadora. 

As melhores médias foram das prenhezes e das fêmeas elite que saíram por R$ 44.666,67 e R$ 44.125,00 respectivamente. A valorização dos machos atingiu o montante de R$ 24.900,00 e as fêmeas de produção R$ 15.000,00. 

O lote mais valorizado foi o da prenhez da Jangada da Estiva TN1 com Guerreiro ou Jundu, adquirida por Alberto Rodrigues da Cunha Junior pelo valor de R$ 90 mil para o criador Adaldio José de Castilho Filho. 

A fêmea Bailarina FIV Camparino foi o lote que obteve a segunda maior cotação. Helio Sacht comprou a fêmea de José Humberto Villela Martins por R$ 75 mil. 

Uma modalidade inédita no remate também foi destaque. Um volume de 85 bezerras de corte sindinel foi arrematado por R$ 2.958,82 por cabeça na média, sendo que um dos lotes, o de número C1, do mesmo cruzamento chegou a R$ 3.100,00 por animal, perfazendo uma valorização de R$ 15,00 o quilo.

Um total de 26 compradores dos estados de PE, BA, RN, MG, MS, SP, PA e MT adquiriram o gado para recria ou formação de plantel. 

O faturamento do 2º Leilão De Olho Nas Estrelas “Etapa Sindi” faturou R$ 1.932.100,00 com uma diferença para maior de R$ 754.000 com relação a edição de 2021. 

O diretor da Connect Leilões avaliou o resultado. “A raça Sindi abre o calendário de leilões de 2022 muito forte. Esse primeiro remate foi muito disputado e o mercado respondeu e valorizou a qualidade dos lotes ofertados. Isso sustenta uma expectativa positiva para o rebanho e a certeza da continuidade da evolução e expansão da genética por todo o País. A demanda é grande, intensa e vem de todas as regiões de pecuária.  Leilão muito disputado e sinaliza que teremos um ano muito próspero para a raça que continuará mostrando sua força como foi em 2021 e como será por muito tempo”, disse Silvestre Marinho do Carmo.   



Sucesso do 2º Leilão Castilho e OT

Por Márcia Benevenuto
Leilão Sindi Castilho & OT faturou alto na 87ª ExpoZebuAs negociações da noite de vendas promovida por Adaldio Cast...

Sindi em pista na ExpoZebu 2022

Por Márcia Benevenuto
A raça Sindi foi a terceira com maior número de inscrições na ExpoZebu 2022Ao todo foram inscritos 208 animais. As 142 ...

Touros Camparino foram disputados

Por Márcia Benevenuto
No domingo (20/03), o tradicional criatório de José Humberto Vilela Martins ofertou a melhor genética da safra anual de ...

Porangaba, a Capital Nacional do Sindi

Por Márcia Benevenuto
O 4º Leilão Sindi da Porangaba, do criador Felipe Curi, foi realizado na centenária Fazenda Santana da Porangaba, no mun...

Sindi abre leilões com demanda forte

Por Márcia Benevenuto
Sindi abre vendas com genética pesada e valorização 
Na foto Adaldio Castilho, dono do lote mais valorizado, obse...

Sindi se destaca no mercado de sêmen

Por Márcia Benevenuto
No balanço anual do terceiro trimestre, a raça aparece entre as TOP 10 do corte, com mais de 100% de evolução frente ao...
VER MAIS NOTÍCIAS