Castilho, um sinônimo para a raça Sindi
As vantagens zootécnicas e produtivas da raça Sindi já são conhecidas por pecuaristas de todo o Brasil e por criadores de muitos países estrangeiros. É importante destacar que o rebanho AJCF, preservado e melhorado pela família Castilho no município de Novo Horizonte (SP), há mais de oito décadas, contribuiu de forma essencial para o desenvolvimento do rebanho nacional.
O Sindi tem aptidão para produção de leite e de carne, apesar de ser mais utilizado na exploração leiteira no Nordeste do Brasil, no Sudeste de Brasil central é voltado com intensidade ao corte. A rusticidade e a habilidade materna asseguram desmame de bezerros pesados. As fêmeas Sindi dão leite durante 8 a 10 meses. Os bezerros nascem pequenos, mas, quando chegam a fase de desmame surpreendem pelo peso, vigor e desempenho superiores que a maioria das raças bovinas.
A raça é conhecida por ser resistente à doenças, apresentar alta fertilidade e adaptação fenomenal a qualquer ambiente, tendo a capacidade de se manter produtiva em ambientes inóspitos e de suportar prolongados períodos de seca com alta restrição alimentar.
Outra característica do Sindi é a precocidade sexual. Novilhas criadas a pasto emprenham entre 13 e 14 meses. *“Além de todas essas características positivas as 12 edições de abates técnicos que promovemos apontam a elevada qualidade da sua carne com presença de marmoreio acima da média comparado com raças zebuínas e inclusive com as europeias especializadas. Nosso objetivo é selecionar, preservar e disseminar o melhoramento genético da raça Sindi. A genética AJCF é referência nacional das qualidades da raça. Podemos comprovar tudo isso porque atuamos na produção de carne, leite e avaliamos nosso rebanho em programas da ABCZ (PMGZ corte e leite) e PGPs”*, afirma o criador. 
Adaldio José de Castilho Filho, atual vice presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Sindi (ABCSindi) é sobrinho neto de José Cesário (Cito) Castilho que, em 1930, começou a criação com um touro e três matrizes. 
A entrada do Sindi na mais importante pista de julgamento das raças zebuínas, a ExpoZebu, oficialmente em 2005 também é mérito do selecionador. Naquele ano, a apresentação de um único casal: o macho Irapuru da Estiva, na época com 9 meses, pensando seus 313 quilos e a fêmea Jangada da Estiva, de 7 meses, com 248 quilos. A dupla despertou a curiosidade e o interesse do público, não pelo volume dos animais, porém pelas características morfológicas produtivas, pela beleza e pela saúde. Quatorze anos depois, em 2019, o Sindi surge como uma das raças mais numerosas da mostra e com o maior índice de evolução em número de registros na ABCZ. A vitrine maior do zebu comprova a solidez do crescimento exponencial do número de criadores, conferindo ao gado vermelho o reconhecimento de ser uma das raças mais promissoras e consolidadas da bovinocultura mundial. 
*“Com a genética do gado do Adaldio dezenas de criadores formam seus novos plantéis por quase todos os estados brasileiros. A média é de 5 novos criadores entrando para a raça em cada leilão e shopping. Todos os grandes plantéis da atualidade, inclusive os dos criatórios que fizeram os mais recentes grandes campeões da ExpoZebu, o Sindi Don do grupo de Eduardo Biagi, o Sindi OT da família de Orestes Prata Tibery Junior tem base nos troncos de Novo Horizonte. Por essas questões e toda a qualidade dos produtos que são normalmente ofertados a nossa certeza é por mais um evento de sucesso”*, diz o diretor da Connect Leilões, Silvestre Marinho do Carmo.
A edição 2019 da Semana Sindi Castilho será realizada entre 30 de setembro a 6 de outubro. O palco do evento é a Fazenda Tabaju, localizada no município de Sales-SP. Serão ofertados 180 reprodutores, 220 fêmeas, sêmen e embriões dos melhores acasalamentos das doadoras e touros do plantel AJCF. Faça seu cadastro na Connect Leilões - (43) 3372 1111 para a mesa operadora ou (43) 99958 0241 para whatsapp.
A oferta é em valores pré-fixados. Veja detalhes do shopping e vídeos sobre Sindi Castilho em www.connectleiloes.com.br . A transmissão do evento será pelo Canal do Boi e SBA. A consultoria técnica está a cargo de Carvalho Assessoria Pecuária.